Páginas168

Formato16x23 cm

Papeloffset

Acabamentobrochura

ISBN8587226363

SeloEntrelinhas

CoeditorEdUFMT

FEMININO, PSICANÁLISE E EDUCAÇÃO:
DO IMPOSSÍVEL AO POSSÍVEL

“A autora propõe tema escaldante, atual e complexo, chamando de pronto a atenção do leitor. Seus escritos anteriores, somando-se ao seu já conhecido desassombro quando resolve voar sem plano de voo, autorizam-na a fazer um recorte teórico original ao aproximar Psicanálise e Educação, costurando-as ao feminino. Quase impossível ao leitor desgrudar o olho do texto.
A cartografia do livro de Maria Augusta Rondas Speller faz parte dessas obras que, de quando em vez, irrompem pela academia, contaminando-a e desafiando a monotonia do dia a dia de cada dia. A arquitetura do texto é inédita do ponto de vista científico
em sua busca, obstinada, de costurar juntos o feminino, a psicanálise e a educação. A autora não é gente de planície, mas de montanhas, labirintos: ao pé do abismo. Para iluminar seu caminho acende lanternas, coloridas, branco e preto, luz alta, luz baixa: livros de qualidade, basilares, sobre o assunto, poesia, literatura, teatro.
Andarilha, carrega sua "colcha de retalhos" por aqui e acolá, na procura de mais um pedaço, um caco, uma centelha, costurando-os à colcha inacabada. Sua ousadia e inquietação são próprias de quem foi somando, multiplicando, no processo migratório que faz parte de sua história de vida, panoramas, paisagens, mulheres, homens, crianças, os mais diversos e diferentes encontros, aos quais não ficou indiferente. Provocativa, desinstala os acomodados que se acercam de seus textos ou conversas. Dogmas e doutrinas não fazem parte de seu repertório. Bem vindos ao texto todos os desassossegados como a autora!”
(Maria Ignez Joffre Tânus)

Indique esse livro

MARIA AUGUSTA RONDAS SPELLER

Mineira de Belo Horizonte e “paulistana de coração e vivência”, é psicóloga, psicanalista. Estudou sua graduação e mestrado em Psicologia no México: graduação na Universidade Veracruzana, em Jalapa, e pós na Universidade Nacional Autônoma do México, DF. Trabalhou como cooperante internacional no Ministério da Saúde em Maputo/Moçambique.
Professora adjunta do Departamento de Psicologia do Instituto de Educação da Universidade Federal de Mato Grosso, é fundadora e coordenadora do grupo de pesquisa “Educação, Subjetividade e Psicanálise” no Programa de Pós-Graduação em Educação desse Instituto, e membro fundador e pesquisador do Núcleo Interinstitucional de Estudo da Violência e da Cidadania, Nievci, do Instituto de Ciências Humanas e Sociais. Em seu doutorado, na Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo, Feusp, elaborou tese sobre professoras em Peixoto de Azevedo, norte de Mato Grosso, cuja parte teórica resultou no presente livro.

Formas de Entrega

Formas de Pagamento

Cartões de Crédito

Débito Automático

Boleto bancário

e-box ShopSitevip Internet