Fale conosco via WhatsApp

Mostrando 31 - 45 produto(s) do total de 164 disponíveis.

Ordenar por: Produtos Valor
Filtrar:
  • R$58,90 
    COMO PÁSSAROS NO CÉU DE ARUANDA

    COMO PÁSSAROS NO CÉU DE ARUANDA

    PATY WOLFF

    Vozes ancestrais sussurram no meu ouvido e ecoam neste livro. Contos e microcontos sobre memórias de uma Luanda que ficou distante, imagens turvas na mente de nossos ancestrais como um sonho outrora vivido depois do Atlântico. Sobre os filhos da diáspora Africana com suas imagens de uma Aruanda: um paraíso distante daquela realidade de dor e tortura da escravidão. Sobre os netos, uma história que se confunde com a realidade vivida marcada pela luta diária por dignidade em um mundo de desigualdades e racismo. Um livro sobre dores atravessadas por revoltas, quilombos, lutas e pela resistência cotidiana das personagens que anseiam voarem livres como pássaros no céu de Aruanda. Paty Wolff[+]

  • R$100,00 
    COMUNIDADES TRADICIONAIS DO PANTANAL

    COMUNIDADES TRADICIONAIS DO PANTANAL

    CAROL JOANA DA SILVAGERMANO GUARIM NETO

    O livro Comunidades Tradicionais do Pantanal, organizado pela professora Dra. Carolina Joana da Silva (Unemat) e professor Dr. Germano Guarim Neto (UFMT), ilustrado pela artista visual e doutora em biodiversidade Ruth Albernaz, será lançado pelas editoras Entrelinhas e da Unemat. A obra é resultado das pesquisas realizadas nos últimos anos por 23 autores, descritas em 12 capítulos, no campo da Etnobiologia no Pantanal.[+]

  • R$50,00 
    CONSTRUTORES DE CATEDRAIS

    CONSTRUTORES DE CATEDRAIS

    LUIZ HENRIQUE LIMA

    A diversidade das temáticas tratadas em Construtores de Catedrais nos dá a opção de ir e voltar, do último ao primeiro texto, do meio ao fim. Mas na memória do leitor, como na minha, trechos irreverentes ou de extrema serenidade ficarão eternizados.[+]

  • R$78,90 
    CONTO O QUE ME CONTARAM

    CONTO O QUE ME CONTARAM

    MARIA LYGIA DE BORGES GARCIA

    Conto o que me contaram tem o sabor de viagem inesquecível – a lugares e momentos que ficam gravados na memória e no coração. Aqui você vai sentir o sabor de Cuiabá, Pantanal e Mato Grosso desde os primórdios do século XX. Os acontecimentos narrados por Maria Lygia alcançarão gerações sem conta, acompanhados de muito bom humor em sua cativante prosa. Para esta viagem recomenda-se a leitura em uma linda rede cuiabana, intercalada com a apreciação de sucos e biscoitos da terra. [+]

  • CRIBIÁS300+: POR UMA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TODA NOSSA

    CRIBIÁS300+: POR UMA EDUCAÇÃO PATRIMONIAL TODA NOSSA

    DANIELA B. S. FREIRE ANDRADE

    [...] o presente trabalho mostra sua força ao viabilizar à criança cuiabana formas de convívio com a cidade que ampliam os lugares legitimados pela sociedade dominante. [...] Mas preservar objetos, edifi cações, festejos, danças, receitas, também é um ato político. Preservar o quê? Para quê? Para quem? O que deve, mais do que ser lembrado, fazer parte das mais profundas sinapses das futuras gerações? De suas formas de viver e sentir o mundo? O que se elege para ser esquecido? Quais os critérios desta seleção? Estas questões, tão essenciais à discussão do patrimônio, antes de pertencerem ao debate público, permeiam cada indivíduo, cada família, em suas opções cotidianas, em suas preferências de uso do tempo, dos recursos materiais. É na micropolítica cotidiana que a cultura se mantém e se reinventa. Maria Vittoria de Carvalho Pardal [+]

  • R$40,00 
    CUIABÁ E A COPA  - A preparação

    CUIABÁ E A COPA
    A preparação

    JOSÉ ANTÔNIO LEMOS DOS SANTOS

    Este é um livro especial, é sobre Cuiabá e para além de Cuiabá. É fruto de um esforço de pensamentos e reflexões sobre cidades. [...] Cuiabá tornou-se uma cidade globalizada, território sem fronteiras, e ao tratar da capital José Antônio estabelece inteligentemente sua relação com o estado de Mato Grosso, com o Brasil e a correspondente inserção no século XXI; a Copa do Mundo de Futebol 2014, Pantanal, comodities, agronegócio, ferrovias, o centro histórico e a cidade apressada de hoje com suas aparentes contradições se encaixam nos textos de maneira didática...[+]

  • R$60,00 
    CUIABÁ UM SHOW DE BOLA VOLUME 1

    CUIABÁ UM SHOW DE BOLA VOLUME 1

    JOSÉ AUGUSTO TENUTA

    “ENTRE OS DOIS CLUBS DE FOOT-BALL, “INTERNACIONAL” E “CUYABÁ” HAVERÁ HOJE O ANNUNCIADO TORNEIO DO CAMPO D’OURIQUE. AMBOS ENSAIADOS E DISPONDO DE ELEMENTOS VALIOSOS O MATCH PROMETTE GRANDE ANIMAÇÃO. É A PRIMEIRA VEZ QUE, NESTA CIDADE, SE DEGLADIAM DUAS SOCIEDADES DESSE GÊNERO DE SPORT, E É DE ESPERAR QUE O POVO ESTIMULE COM SUA PRESENÇA OS DESTEMIDOS FOOTBALLERS. À ELEVEN VENCEDORA SERÃO OFFERECIDOS ONZE MEDALHAS DE OURO POR UM GRUPO DE MOÇOS DESTA CAPITAL E DE HOJE SERÁ DISPUTADO O PRÊMIO INSTITUÍDO PELO DR: FLORIPES PESSOA”. (O_Debate – 15 de novembro de 1913) O texto acima é um raro “pedaço” jornalístico dos primórdios do futebol em Cuiabá. Encontrado pela argúcia e determinação do autor desta obra, o anúncio é a mais eloquente prova histórica da primeira partida de futebol realizada em nossa capital, com todas as regras exigidas pela FIFA. Apesar de haver indícios de atividades futebolísticas anteriores a esta data na cidade desde 1905, este jogo de 1913 se transformou no marco inicial da longa caminhada do esporte das multidões em Cuiabá. Eldivaldir Figueiredo - “Zizinho do Campo D’Ourique”[+]

  • R$70,00 
    CUIABÁ UM SHOW DE BOLA VOLUME 2

    CUIABÁ UM SHOW DE BOLA VOLUME 2

    JOSÉ AUGUSTO TENUTA

    “O ANO DE 1952, QUE ENTROU PARA A HISTÓRIA DO FUTEBOL MATO-GROSSENSE, COMEÇOU ENVOLVIDO NAS “ARRUMAÇÕES” DA FMD VISANDO A DISPUTA DE MAIS UM CAMPEONATO BRASILEIRO DE FUTEBOL. DESTA FEITA, PORÉM, PARECE QUE NOSSOS BRAVOS DIRIGENTES DA ÉPOCA ENTENDERAM QUE PRECISAVAM TRAZER TREINADORES DE FORA DO ESTADO PARA COMPENSAR A CRÔNICA FALTA DE INTERCÂMBIO COM OS CENTROS MAIS DESENVOLVIDOS. POR ISSO, TROUXERAM DO RIO DE JANEIRO, O TÉCNICO JARBAS BATISTA, EX CRAQUE DO FLAMENGO...”[+]

  • R$210,00 
    CUIABÁ: IMAGENS DA CIDADE - Dos primeiros registros à década de 1960

    CUIABÁ: IMAGENS DA CIDADE
    Dos primeiros registros à década de 1960

    MARIA AUXILIADORA DE FREITAS

    [Nesta obra, a autora] realiza minucioso levantamento de imagens dos mais variados acervos, ao tempo em que nos brinda com inventário de fotógrafos que atuaram na cidade, construindo um referencial precioso para a historiografia, utilizando-se da fotografia como documento histórico. [...] O material iconográfico, muito rico, nos leva a recompor a fisionomia e o quadro visual da cidade de Cuiabá. De maneira irretocável, vai mesclando os séculos através das imagens, revelando suas semelhanças e suas diferenças. [...] (Profª. Lúcia Helena Gaeta Aleixo, doutora em História Econômica pela USP)[+]

  • R$38,00 
    CUIABÁLIA </br>Crônicas

    CUIABÁLIA
    Crônicas

    HÉLIO PIMENTEL

    “Cuiabália foi o nome escolhido pelo jornalista e escultor Hélio Pimentel para enfeixar cerca de uma centena de trabalhos avulsos publicados na imprensa local, a partir da década de 1980, quando chegou a Cuiabá. [...] O autor tem profunda admiração por Cuiabá, e isto explica o seu entusiasmo pela expressão que elegeu para o título do seu novo trabalho. Seja ele bem-vindo e auspicioso em nossos meios culturais.” (Luis-Philippe Pereira Leite)[+]

  • R$28,00 
    CULTURA E DANÇA EM MATO GROSSO

    CULTURA E DANÇA EM MATO GROSSO

    BELENI SALÉTE GRANDO

    Catira, Curussé, Folia de Reis, Siriri, Cururu, São Gonçalo, Rasqueado e Dança Cabocla na região de Cáceres. O presente trabalho chama a atenção para a importância da cultura mais profunda do interior do Brasil na qual a dança e a música possuem um papel fundamental a merecer maior atenção. “Dançar, cantar, tocar, ... dar lugar à esperança e ao lúdico quando e onde tudo parece apontar em sentido oposto, constitui uma maneira sutil de vencer a vida que as sociedades humanas preservam no seu seio e transmitem aos mais novos através da cultura.” (Manuela Hasse)[+]

  • R$70,00 
    DALVA DE BARROS - Garimpos da Memória  |  In Search of Memories

    DALVA DE BARROS
    Garimpos da Memória | In Search of Memories

    ALINE FIGUEIREDODALVA DE BARROS - artista

    Este livro, em edição bilíngue (português-inglês), recebeu o prêmio Sérgio Milliet, da Associação Brasileira dos Críticos de Arte, como melhor pesquisa publicada no Brasil em 2001. “Há mais de 30 anos a pintora mato-grossense Dalva de Barros vem desenvolvendo uma pintura de fina sensibilidade. Hoje, seguramente, podemos dizer que seu trabalho representa uma contribuição à arte brasileira, tanto pela qualidade plástica, quanto pelo valor iconográfico da sua pintura.” (Aline Figueiredo, crítica de arte e animadora cultural)[+]

Mostrando 31 - 45 produto(s) do total de 164 disponíveis.

Formas de Entrega

Formas de Pagamento

Cartões de Crédito

Débito Automático

Boleto bancário

Site Seguro

e-box ShopSitevip Internet