Fale conosco via WhatsApp

Páginas368

Formato16 x 23 cm

PapelOffset

AcabamentoBrochura, costurado

ISBN978-65-86328-10-3

SeloEntrelinhas

CONTO O QUE ME CONTARAM

Conto o que me contaram tem o sabor de viagem inesquecível – a lugares e momentos que ficam gravados na memória e no coração. Aqui você vai sentir o sabor de Cuiabá, Pantanal e Mato Grosso desde os primórdios do século XX.
Os acontecimentos narrados por Maria Lygia alcançarão gerações sem conta, acompanhados de muito bom humor em sua cativante prosa.
Para esta viagem recomenda-se a leitura em uma linda rede cuiabana, intercalada com a apreciação de sucos e biscoitos da terra.

Indique esse livro

MARIA LYGIA DE BORGES GARCIA

MARIA LYGIA DE BORGES GARCIA (1927) é a manauara mais cuiabana do Brasil. Na infância e adolescência viveu no Rio de Janeiro, São Paulo e Aquidauana.
Seu bisavô paterno foi um grande seringalista na Amazônia, no rio Purus, no começo do século XX.
Seu pai, Francelino Leite Borges, estudou e foi criado em Hanover, na Alemanha e retornou ao Brasil durante a I Grande Guerra, sem falar o português. Seu avô materno era médico homeopata. Sua mãe, Alice de Germano Borges, exímia em bordados, também nasceu em Manaus. Aos 16 anos Maria Lygia mudou-se para Cuiabá, em viagem inesquecível pelo caminho das águas.
Chegou em 5 de abril de 1944, na lancha Guaporé. Desde então, um encontro definitivo se deu, e uma grande história de amor começou: pela cidade e sua gente, por Garcia Neto, seu companheiro de toda vida, pela família que constituiu e pelo Estado de Mato Grosso. Ao lado de Garcia Neto, personalidade da história e da política neste Brasil Central, teve importante atuação na valorização da cultura em Mato Grosso, com a visão de divulgá-la Brasil afora. Mulher admirável, realizadora, de humor e energia incomuns e apaixonada por Política.
Maria Teresa Carrión Carracedo

Formas de Entrega

Formas de Pagamento

Cartões de Crédito

Débito Automático

Boleto bancário

Site Seguro

e-box ShopSitevip Internet